Aviso: esta API está obsoleta e será removida em uma versão futura do TensorFlow depois que a substituição estiver estável.

Esta página foi traduzida pela API Cloud Translation.
Switch to English

Session.Runner

classe final pública Session.Runner

Execute as Operation e avalie os Tensors .

Um Runner executa os fragmentos de gráfico necessários para executar todas as Operation necessárias para avaliar os Tensors a serem Tensors . A chamada feed(String, int, Tensor) permite que os chamadores substituam o valor dos Tensors no gráfico, substituindo os Tensors fornecidos pelas saídas das operações fornecidas para o feed(String, int, Tensor) .

Construtores Públicos

Métodos Públicos

Session.Runner
addTarget (operação String)
Faça run() executar a operation , mas não retorna nenhum Tensors avaliado.
Session.Runner
addTarget ( operando <?> operando)
Faz com que run() execute o operand , mas não retorne nenhum Tensors avaliado.
Session.Runner
addTarget ( operação de operação)
Faça run() executar a operation , mas não retorna nenhum Tensors avaliado.
Session.Runner
feed ( operando <?> operando, tensor <?> t)
Use t vez do Tensor referido ao executar a operação referida pelo operand .
Session.Runner
feed (operação da coluna , tensor <?> t)
Evite avaliar a operation e substituir t pelo valor que ela produz.
Session.Runner
feed (operação de string, índice interno , tensor <?> t)
Evite avaliar o index -ésima saída da operation substituindo t pelo valor que ele produz.
Session.Runner
fetch (operação String)
Faça run() retornar a saída da operation .
Session.Runner
fetch (operação String, índice interno)
Faça run() retornar o index -ésimo resultado da operation .
Session.Runner
fetch ( operando <?> operando)
Faz run() retornar o tensor referido pela saída do operand .
Session.Runner
buscar ( saída <?> saída)
Faz run() retornar o tensor referido pela output .
Listar < Tensor <? >>
run ()
Execute os fragmentos do gráfico necessários para calcular todas as buscas solicitadas.
Session.Run
runAndFetchMetadata ()
Execute fragmentos de gráfico para calcular buscas solicitadas e retornar metadados sobre a execução.
Session.Runner
setOptions (opções de byte [])
(Método experimental): defina opções (normalmente para depuração) para esta execução.

Métodos herdados

Construtores Públicos

corredor público ()

Métodos Públicos

public Session.Runner addTarget (operação String)

Faça run() executar a operation , mas não retorna nenhum Tensors avaliado.

public Session.Runner addTarget ( Operando <?> operando)

Faz com que run() execute o operand , mas não retorne nenhum Tensors avaliado.

public Session.Runner addTarget ( Operação operação)

Faça run() executar a operation , mas não retorna nenhum Tensors avaliado.

Lança
Exceção de argumento ilegal se a operação não for GraphOperation

Public Session.Runner feed ( Operando <?> operando, Tensor <?> t)

Use t vez do Tensor referido ao executar a operação referida pelo operand .

Public Session.Runner feed (operação de string, Tensor <?> t)

Evite avaliar a operation e substituir t pelo valor que ela produz.

Parâmetros
Operação É o nome da string da operação, caso em que este método é uma abreviação de feed(operation, 0) , ou é uma string do formato operation_name: output_index , caso em que este método atua como feed(operation_name, output_index) . Esses nomes separados por dois pontos são comumente usados ​​nas mensagens de buffer do protocolo SignatureDef incluídas em metaGraphDef() .

Public Session.Runner feed (operação de string, índice interno , Tensor <?> t)

Evite avaliar o index -ésima saída da operation substituindo t pelo valor que ele produz.

As operações em um Graph podem ter várias saídas, o index identifica para qual t está sendo fornecido.

public Session.Runner fetch (operação String)

Faça run() retornar a saída da operation .

Parâmetros
Operação É o nome da string da operação, caso em que este método é uma abreviação para fetch(operation, 0) , ou é uma string da forma operation_name: output_index , caso em que este método atua como fetch(operation_name, output_index) . Esses nomes separados por dois pontos são comumente usados ​​nas mensagens do buffer do protocolo SignatureDef incluídas em metaGraphDef() .

Public Session.Runner fetch (operação String, índice interno)

Faça run() retornar o index -ésimo resultado da operation .

As operações em um Graph podem ter várias saídas, o index identifica qual delas retornar.

Public Session.Runner fetch ( operando <?> operando)

Faz run() retornar o tensor referido pela saída do operand .

Public Session.Runner fetch ( Output <?> output)

Faz run() retornar o tensor referido pela output .

Lista pública < Tensor <? >> run ()

Execute os fragmentos do gráfico necessários para calcular todas as buscas solicitadas.

AVISO: o chamador assume a propriedade de todos os Tensors retornados, ou seja, o chamador deve chamar close() em todos os elementos da lista retornada para liberar recursos.

TODO (ashankar): Reconsidere o tipo de retorno aqui. Duas coisas em particular: (a) tornar mais fácil para o chamador limpar (talvez retornando algo como AutoCloseableList em SessionTest.java) e (b) avaliar se o valor de retorno deve ser uma lista ou talvez um Map<Output, Tensor> ?

TODO (andrewmyers): Também seria bom se o que quer que seja retornado aqui tornasse mais fácil extrair tensores de saída de uma maneira segura para tipos.

public Session.Run runAndFetchMetadata ()

Execute fragmentos de gráfico para calcular buscas solicitadas e retornar metadados sobre a execução.

É exatamente como run() , mas, além dos Tensores solicitados, também retorna metadados sobre a execução do gráfico na forma de um buffer de protocolo RunMetadata serializado.

public Session.Runner setOptions (byte [] options)

(Método experimental): defina opções (normalmente para depuração) para esta execução.

As opções são apresentadas como um buffer de protocolo RunOptions serializado.

O pacote org.tensorflow está livre de quaisquer dependências de buffer de protocolo para permanecer amigável para sistemas com recursos limitados (onde algo como nanoproto pode ser mais apropriado). Um custo disso é a falta de segurança de tipo nesta função API. Esta escolha está sob revisão e esta função pode ser substituída por equivalentes mais seguros de tipo a qualquer momento.